Rezar antes da prova resolve?

Publicado em 21 de outubro de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

“Sê firme e corajoso. Não te atemorizes, não tenhas medo, porque o Senhor está contigo em qualquer parte para onde fores” (Josué, 1-9).

Será que na hora de estudar para fazer uma prova, tipo, o Enem, exames finais na escola ou universidade, um concurso público etc, rezar ajuda? O canal Jovens Conectados apresenta para você o padroeiro dos estudantes e concurseiros: São José de Cupertino.

São-José-de-Cupertino_banner-1

Incapaz de aprender e… padroeiro dos estudantes!*

Nasceu no dia 17 de junho de 1603, no reino de Nápoles, na aldeia de Cupertino, um menino de nome José. Quando completou 17 anos, estava determinado a tornar-se frade, e apesar da dificuldade que tinha em estudar, milagrosamente saía-se muito bem nas provas para tornar-se sacerdote (curioso não?).

Outro fato relevante na vida de José de Cupertino é que ele desejava muito ser sacerdote, mas nem sequer sabia ler. Esforçava-se para aprender, mas o resultado era desanimador. Quando seu mestre começava a impacientar-se, o nosso santo lhe dizia: “Tenha paciência, assim será mais meritório”.

Chegada a hora dos exames, José recomendou-se à sua Santa Mãe, Nossa Senhora de Grottella. O Bispo de Nardo interrogou-o antes de admiti-lo no diaconato. Abrindo o livro dos Evangelhos, mandou José explicar o texto: “Felizes as entranhas que Te trouxeram”. Deus o queria clérigo, pois era este o único trecho do Evangelho que conhecia. Respondeu admiravelmente bem.

Faltava ainda a última prova oral. Nesta, certamente não passaria. As admiráveis respostas dos primeiros examinados satisfizeram tanto o bispo que este decidiu não interrogar os demais candidatos, entre os quais se encontrava José… Eis assim o pobre José, sacerdote! Ficou ele sendo o padroeiro dos estudantes, sobretudo em época de provas.

Em 1628, foi ordenado sacerdote. José de Cupertino mergulhou tão profundamente nas coisas de Deus que acabou se tornando um conselheiro de padres, bispos, cardeais, chefes de Estado e religiosos em geral. Todos o procuravam. E ele os atendia com paciência, humildade e sabedoria, indicando-lhes a luz de que necessitavam. Morreu aos 60 anos, no dia 18 de setembro de 1663, no Convento de Osímo, Itália. E foi beatificado por Bento XIV em 1753 e canonizado por Clemente XIII em 1767.

*Por Luis Zaghi; Revista Arautos do Evangelho, Janeiro/2004, n. 25, p. 36-37.

São-José-de-Cupertino_banner-2

Então, vamos recorrer a São José de Cupertino:

Oh, grande São José Cupertino que, enquanto estáveis na terra, obtivestes de Deus a graça de ser arguido em vosso exame justamente sobre a única questão que sabíeis, obtende-me igual favor no exame para o qual eu estou me preparando _______________ (pode citar o exame). Como gratidão, eu prometo fazer-vos conhecido e invocado.

São José Cupertino, rogai por mim.

Espírito Santo, iluminai-me.

Nossa Senhora, Imaculada Esposa do Espírito Santo, rogai por mim.

Sagrado Coração de Jesus, sede da Divina Sabedoria, iluminai-me.

 

Lembre-se a fé, a oração impulsiona a conquistar os nossos objetivos, sem ela não somos nada. Boa desempenho e fé em Deus!

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais