Carta do X Seminário Nacional da Pastoral da Juventude Rural

Publicado em 4 de fevereiro de 2012 Por Seja o primeiro a comentar!



Isto só foi possível por causa da dedicação da PJR Mineira, do apoio das Comunidades e dos padres da Paróquia São Sebastião; e com a bênção do bispo Emanuel Messias, da Diocese de Caratinga, nos reunimos em Espera Feliz, MG, entre os dias 18 e 25 de janeiro de 2012, para o X Seminário Nacional da PJR. Infelizmente, pela falta de recursos, não conseguimos trazer jovens dos 23 estados do Brasil onde atuamos. Somos 119 jovens, vindos de 11 estados. E nos sentimos acolhidos neste espaço mineiro, lindeiro do Parque Nacional de Caparaó, na zona da mata, onde acontecem inúmeras práticas agroecológicas. É um chão onde se percebe a atuação da divindade através das relações de cuidado com a Mãe Terra.

Nestes dias:

a) Retomamos a vida de Jesus Cristo, o camponês de Nazaré, nossa motivação maior;

b) Olhamos, como jovens rurais, para a conjuntura brasileira, a partir da realidade agrária;

c) Aprofundamos os conceitos de agricultura camponesa e agricultura familiar;

d) Socializamos a experiências dos Grupos de Produção e Resistência – GPR que estão sendo desenvolvidas por integrantes da PJR, em vários estados do Brasil, bem como práticas agroecológicas desenvolvidas na região, participamos de oficinas sobre caldas e culminando com a visita a uma área agroecológica;

e) Debatemos, com a ajuda da Cáritas Brasileira, a Economia Popular Solidária e os Fundos Rotativos Solidários;

f) Refletimos sobre a cooperação agrícola, bem como as formas de cooperação;

g) Aprofundamos o debate sobre os Grupos de Produção e Resistência procurando definir como será a nossa ação em favor de contribuir com a permanência dos jovens no campo;

h) Fomos para a rua defender a vida e nos manifestar contra o uso dos agrotóxicos: defendemos o direito de todos de ter uma alimentação saudável;

i) Participamos da celebração de São Sebastião, onde fomos acolhidos com carinho e rezamos com a comunidade;

j) Recebemos a visita e a orientação da Comissão Episcopal para a Juventude, através de padre Toninho.

k) Diariamente nos alimentamos da mística e bebemos na fonte da cultura popular;

l) Finalmente, fomos enviados para continuar a nossa missão, como discípulos missionários, nos colocando como jovens, a serviço da juventude camponesa.

Esperamos contar com o apoio de todas e todos nesta tarefa de evangelização, conscientização e organização de Grupos de Produção e Resistência. Convocamos todos os Grupos de

Base a refletir com carinho sobre este novo passo. E convidamos a juventude cristã e camponesa a assumir a sua especificidade e a se organizar como PJR.

Um fraterno abraço a todas e todos

Participantes do X Seminário Nacional
Pastoral da Juventude Rural
PJR Brasil 

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais