Venha celebrar o Dia Nacional da Juventude 2014

Publicado em 9 de outubro de 2014 Por Seja o primeiro a comentar!

Padre toninho ramosO processo de preparação do Dia Nacional da Juventude (DNJ), que já se encontra em sua 29ª Edição, retoma o tema da Campanha da Fraternidade do ano corrente e prepara seu subsídio na ótica juvenil.

No início deste longo caminho que começa com a JDJ, os jovens começam a olhar para a realidade juvenil no seu entorno e na metade do ano iniciaram os estudos e as vivências dos encontros contidos no caderno do DNJ 2014.

No mês de outubro, os jovens realizam as missões populares junto as suas comunidades e paróquias. Somente no final do mês de outubro se celebra o DNJ com todos os jovens da diocese. Neste ano de 2014, o Dia Nacional da Juventude terá como fundamentação bíblica a citação: “Eis o que diz o Senhor: Praticai o direito e a justiça, e livrai o oprimido das mãos dos opressores” (Jr 22,3a) e o lema: “Feitos para sermos livres, não escravos”. O lema retoma a realidade do Tráfico Humano, seguindo os passos da Campanha da Fraternidade: Fraternidade e Tráfico Humano.

Tradicionalmente o DNJ é celebrado no terceiro domingo do mês de outubro, porém muitas vezes as datas nacionais (eleições, Enem etc) nos obrigam a mudança dessa data oficial. Nesse ano será celebrado oficialmente no dia 19 de outubro.

 Dicas para preparar um DNJ:

  1. Celebração da missa;
  2. Fazer um fórum de debate em torno do tema;
  3. Exposição dos trabalhos realizados a partir do tema ao longo do ano;
  4. Realizar uma vigília do sábado para o domingo – rezando as realidades juvenis no Brasil;
  5. Realizar um dia missionário visitando jovens dependentes químicos, prisões, hospitais…;
  6. Realizar uma via-sacra a partir do tema nas ruas da cidade;
  7. Realizar uma caminhada com bandeiras narrando a realidade juvenil do Brasil;
  8. Realizar uma noite de lectio divina resgatando os jovens na Sagrada Escritura;
  9. Realizar um terço luminoso do sábado e em cada mistério fazer memória: 1- jovens mártires; 2- jovens mortos pelo transito; 3- jovens mortos pela violência (drogas, assassinatos, exclusão social, etc); 4- Lembrar dos jovens que morreram nas guerras; 5- Jovens que estão morrendo por causa do vírus Ebola;
  10. 10. Procissão de luz em silêncio nas ruas das cidades – somente com cartazes e um carro de som com música somente instrumental.

Desejo que todos possam celebrar o DNJ 2014, segundo a sua realidade. Deus abençoe a todos e a todas.

P. Antonio Ramos do Prado, sdb (P. Toninho)

Assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais