Quais são as suas promessas de ano novo?

Publicado em 29 de dezembro de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

 

“Ano novo, vida nova!” Essa frase que faz parte da tradição de comemorar a virada do ano vem sempre acompanhada das famosas promessas de ano novo: emagrecer, comer de forma mais saudável, viajar, ler mais, não deixar o estudo acumular pra véspera da prova, trocar de emprego, quitar dívidas…

Se pararmos pra pensar, as promessas de ano novo mais populares quase sempre têm a ver com uma recompensa imediatista e, principalmente, visível. Queremos coisas que sejam perceptíveis no nosso dia a dia, em geral materiais. Mas o sentido de renovação deveria deixar pra trás maus hábitos e práticas. E qual é a melhor forma de receber “vida nova” que não seja  se aproximar de Jesus? Podemos aproveitar esse momento de resoluções de ano novo para prometer pequenas atitudes que nos tornam mais fiéis aos olhos de Deus.

Na última quaresma, fiz uma experiência de ir além dos sacrifícios alimentares, como deixar de tomar café ou comer doce. Afinal, se o objetivo é praticar a oração, o jejum e a caridade, cortar alimentos – que fazem falta – não é fazer todo o dever de casa. Incluí entre as penitências deixar de escutar rádio e ver TV (o que me deu muito tempo para rezar e refletir) e, o mais difícil pra mim, evitar reclamar das pequenas irritações do cotidiano.

O resultado foi que além de ter um período mais rico de conversão, percebi que há atitudes que podemos fazer sempre, em qualquer época do ano, para nos tornarmos pessoas melhores e buscarmos a Deus.

Então que tal fazermos uma resolução de ano novo que saia do convencional, buscar promessas que nos façam crescer na fé? Em particular temos um verdadeiro guia com atitudes que podem nos ajudar nessa meta, a bula Misericordiae Vultus (O Rosto da Misericórdia) proclamada pelo Papa Francisco no lançamento do Jubileu do Ano Santo da Misericórdia. Vamos conferir algumas delas?
O que fazer nesse ano?

  • Realizar peregrinações;
  • Praticar as obras de misericórdia;
  • Intensificar a oração;
  • Passar pela Porta Santa em Roma ou na Diocese;
  • Perdoar a todos;
  • Buscar o Sacramento da Reconciliação;
  • Superar a corrupção;
  • Receber a indulgência;
  • Participar da Eucaristia;
  • Fortalecer o ecumenismo;
  • Converter-se.

Obras de misericórdia

Obras corporais

  1. Dar de comer aos famintos;
  2. Dar de beber aos que tem sede;
  3. Vestir os nus;
  4. Acolher o estrangeiro;
  5. Visitar os enfermos;
  6. Visitar os encarcerados;
  7. Sepultar os mortos.

Obras espirituais

  1. Aconselhar os duvidosos;
  2. Ensinar os ignorantes;
  3. Admoestar os pecadores;
  4. Consolar os aflitos;
  5. Perdoar as ofensas;
  6. Suportar com paciência as injustiças;
  7. Rezar a Deus pelos vivos e pelos mortos.

*Por Roberto Fragoso

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais