PJMP divulga carta para as bases

Publicado em 17 de março de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

PJMPOlá, companheiras e companheiros da Pastoral da Juventude do Meio Popular do Brasil!

Nós, da Pastoral da Juventude do Meio Popular, em 2014 vivemos um ano de grandes momentos para a PJMP, uma viagem pelo Brasil iniciando por Recife/PE, onde bebemos da fonte que jorra desde 1978, celebramos nosso 4ª Congresso Nacional, com o tema “PJMP: Terra fértil, Canto Forte”, onde reafirmamos nosso compromisso enquanto Pastoral e colaboradora da vida de milhares de jovens brasileiros.

Voamos e pousamos no Rio de Janeiro, em abril, participando da partilha de experiências, nossa comissão nacional de jovens e assessores se reuniu em Petrópolis (RJ), para avaliar o congresso e planejar avanços para a caminhada da PJMP do Brasil, sabemos que é coletiva a construção e vivenciamos também o II Encontro Estadual da Juventude do Meio Popular do Rio de Janeiro com a presença de jovens da Rocinha e também de Nova Iguaçu que acolheram com amor e carinho a nossa CNPJMP e CNAPJMP. Logo após assumimos um desafio que era o de compor o Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE). Com o mesmo espírito desafiador de Jesus Libertador alçamos um voo mais alto, tendo como resultado a eleição vitoriosa das companheiras Rubia, de Alagoas, e Leoneide, do Rio Grande do Norte, respectivamente delegada e suplente que passaram a compor o CONJUVE, representando a PJMP do Brasil; nesta mesma viagem o companheiro Wellington, também de Alagoas, aceitou o desafio de assumir o trabalho missionário de secretário nacional.

Em julho, vivenciamos um momento maravilho de sintonia com os nossos grupos de bases e com Deus. Com o Espírito missionário realizamos o Dia Nacional de Oração (DNO) com o tema: “A esperança do teu povo é justiça, amor e paz”. Continuando nossa viagem desembarcamos em São Paulo, representantes da PJMP colaboraram na construção das atividades permanentes para o ano de 2015 (Semana da Cidadania, Semana do Estudante) junto com as pastorais “irmãs” (PJ, PJE e PJR) trazendo uma reflexão sobre a relação da Juventude com a mídia e a sociedade. O material da SdC, já se encontra disponíveis em nossos diversos espaços de comunicação.

Acreditamos que mesmo diante das dificuldades que existem na vida das jovens e dos jovens, a Pastoral da Juventude do Meio Popular continua crescendo e se fortalecendo, o direcionamento tomado em 2014 foi de focar um serviço voltado para o fortalecimento de nossas bases em todos os Estados articulados no Brasil, pós-congresso muitos estados se fortaleceram nos trabalhos de bases. Ainda no ano passado a Coordenação Nacional fortaleceu as relações “políticas e sociais” com movimentos e organizações atuantes “dentro e fora da Igreja”, assim como, também trabalhamos nas confecções de novos materiais para se trabalhar com grupos de jovens e também a reformulação de nossa página da internet com o objetivo de dar maior visibilidade e também celeridade em nossas ações.

Em 2015, iniciamos o ano com a reunião entre nossa comissão de jovens e assessores da PJMP do Brasil em Maceió, Alagoas. Nesta reunião tiramos como principais encaminhamentos: a realização da 2ª Edição da Escola Nacional da PJMP José Adelar Nunes, que ocorrerá de 29 de abril a 3 de maio de 2015, em Fortaleza (CE), com o tema “Nossas Vidas, Nossos Sonhos e Nossas Lutas”; e também nosso Seminário Nacional de Militantes, que ocorrerá de 9 a 12 de outubro de 2015, no Rio de Janeiro (RJ). Durante todo ano de 2015 refletiremos como fundamentos do caminho os eixos: Juventude, Igreja e Sociedade. Estas atividades além de contribuir no fortalecimento da continuidade do projeto de Jesus Cristo também nos ajudarão como subsídios para a realização da 16ª Assembleia Nacional da PJMP (ANPJMP) que será em 2016 em Alagoas.

O nosso amadurecimento enquanto jovens do Meio Popular nos dão uma grande responsabilidade. Não tem como fechar os olhos para as maldades que continuam ocorrendo no Brasil. O extermínio de jovens continua sendo nossa bandeira de luta permanente, pois nossos jovens estão morrendo e, em sua maioria, uma juventude negra. O preconceito que combatemos com veemência ainda permanece, seja pela questão sexual, raça, etnia e até pela região do país onde cada jovem reside. Necessitamos descontruir estereótipos criados por um processo educacional hierarquizado e machista, que não protagoniza o conhecimento do estudante para um propósito libertador. O nosso Grito enquanto jovens do Brasil seguem nas exigências de mudanças e melhorias. Exigimos vagas nas universidades públicas, conselhos de juventude que realmente nos represente, respeito pelas forças de segurança que não cumprem o seu papel de proteger, mas que matam não só os jovens, mas seu sonho também exige uma atenção maior também da Igreja, que deve assumir e aceitar o nosso jeito de ser e independente dos espaços que estamos presentes. Nosso objetivo maior é o de ajudar outros jovens, esse Jesus Revolucionário não nos diz para ficarmos vivendo em prol de nós mesmos, mas exige uma pastoral de saída que esteja sempre disposta a ajudar independente de classe ou necessidade.

Acreditamos em nossos jovens ousados que não somente sonham, mas que buscam com afinco a realização destes sonhos. Jovens que rezam, lutam e celebram a vida, mesmo que em alguns momentos tentem ser impedidos disto. Lutamos por milhares de jovens que já derramaram seu sangue buscando mudanças.

Então o que nos fortalece enquanto PJMP é saber que é válida a caminhada, as perseguições, que a ternura e resistência nos fazem seguir em frente mesmo que em algumas vezes acreditamos ser impossível de se realizar. A gente continua acreditando porque o desejo de mudança é bem mais forte, e a chama do meio popular que arde em milhares de corações de jovens brasileiros faz com que possamos acreditar que o nosso projeto há de se realizar, e que a vontade de nosso Profeta Rebelde Dom Hélder Câmara irá se cumprir e o pobre vai ter voz e vez na sociedade. Vamos continuar trilhando com fé e esperança, um forte abraço!

Amém, axé, awerê e aleluia.

Comissão Nacional da Pastoral da Juventude do Meio Popular

Comissão Nacional de Assessores da Pastoral da Juventude do Meio Popular

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais