Pesquisa quer compreender os jovens universitários sobre sentido de vida

Publicado em 11 de março de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

Quantas vezes você já parou para refletir sobre o sentido da vida? Muitas vezes em nossa juventude nos deparamos com situações que nos fazem refletir quem somos e qual é a nossa missão, e se realmente temos o controle de nossas ações e suas consequências sem a influência de outro. Principalmente quando entramos na universidade onde temos que tomar a decisão de nosso futuro e saber como lidar com o outro e as nossas responsabilidades.

Para compreender melhor o comportamento dos jovens universitários, a Profª Drª Cleia Zanatta Clavery Guarnido Duarte do Curso de Mestrado em Psicologia da Universidade Católica de Petrópolis- RJ e o Profº Drº Pedro Rosário da Escola de Psicologia da Universidade do Minho, Braga- Portugal, estão realizando uma pesquisa com o objetivo de relacionar a capacidade das pessoas de se autorregularem em valores éticos com a possibilidade de realização de sentido de vida, considerando suas probabilidades para perdoar e adotar atitudes esperançosas para viver.

Segundo a Drª Cleia Zanatta a pesquisa também pretende trazer análises e reflexões sobre a realidade da juventude em relação a estes temas investigados, visando contribuir para melhor dimensionar a realidade existencial destes jovens, em busca de realização de sentidos para viver.

A pesquisa que está disponível através da ferramenta Survey Monkey, no link: bit.ly/pesquisaucp2019, pode ser respondida por todos os jovens universitários brasileiros, até o final de maio de 2019.

“Os resultados a serem obtidos com a pesquisa, poderão servir de base científica para a elaboração de projetos, programas e ações de intervenção propiciadoras de aprendizagem, vivências e fortalecimento de valores éticos, direcionados à juventude brasileira.” Afirmou a professora.

As perguntas são situações do cotidiano que o jovem vivencia, classificando a resposta mais aproximada de sua verdade, questões sobre o perdão, esperança, sentido de vida e autorregulação de valores.

“Espera-se que os participantes da pesquisa, que colaboraram respondendo os questionários e os demais jovens, possam ampliar a consciência para atitudes e ações envolvidas com a temática dos valores éticos que, se melhor autorregulados em suas vidas, poderão favorecer à realização de sentidos para viver. ” Concluiu Zanatta.

Os pesquisadores pretendem alcançar no mínimo 1.000 jovens universitários, das diferentes áreas de conhecimento, de todo território brasileiro. Participe!

Por Edivaldo Mellacorrespondente Jovens Conectados.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais