“O que Deus tem pra mim”: Passos para um discernimento vocacional!

Publicado em 28 de agosto de 2018 Por Seja o primeiro a comentar!

Na última semana de Agosto, mês vocacional, o Jovens Conectados traz para você uma série especial! “O que Deus tem pra mim” apresentará testemunhos de pessoas que ouviram o chamado de Deus e ofertaram suas vidas numa forma específica de doação. No primeiro texto da série, trazemos algumas dicas de como encontrar-se vocacionalmente, conselhos de que passou por um caminho de discernimento e respondeu a um projeto de vida querido por Deus!

Dica: Leia este texto ouvindo nossa playlist vocacional! Pode ter certeza que vai lhe ajudar muito no entendimento do que você está  lendo! 

Passos para um discernimento vocacional!

Em um determinado momento de nossa caminhada eclesial, é inevitável – e até mesmo, importante – que surja a pergunta”O que Deus para mim?”. Se você já chegou a este momento, que bom! Você está entrando no caminho de discernimento vocacional. Se você ainda não se perguntou sobre isto, bem… agora é um bom momento para se questionar.

Sabiamente, a Igreja, por meio de seus Pastores e de leigos comprometidos com o serviço pastoral, sempre indica caminhos para uma clara e autêntica descoberta vocacional, que passa pelo nosso reconhecimento do ser cristão. Identificar-se com a vida de Cristo, é o primeiro passo para um discernimento vocacional.

Um caminho à luz da Palavra, de oração e acompanhamento!

Três coisas fundamentais para um caminho de discernimento vocacional: intimidade com a Palavra de Deus, vida de oração e ter um bom acompanhamento. Estes três conselhos são apresentados por Dom Vilar, SDB, membro da Comissão Episcopal Pastoral da Juventude, CEPJ, da CNBB, que além destas dicas, diz ser muito importante a vivência missionária para a descoberta vocacional.

Chamados ao comprometimento!

Uma escolha vocacional sempre nos levará a nos comprometermos com Deus e com o seu povo, pois todo chamado implica uma doação por amor. Quando se abraça uma vocação, faz-se a opção de defender o que é justo e anunciar a maravilhosa mensagem de Cristo com a própria vida. Testemunhando este compromisso de doação, Ronaldo e Tatiana, membros Pastoral Familiar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, afirmam que, uma vocação bem vivida é capaz de mudar muitas realidades, pois aquele que vive com fidelidade e felicidade seu caminho vocacional, torna-se um fecundo instrumento de Deus.

Quanta beleza há numa vida doada a Deus! Santa Paula Franscineti diz com alegria, celebrando sua entrega total: “Vontade de Deus, meu Paraíso”! Acreditar que a vida ofertada a Igreja e a humanidade, por meio de uma vocação, nos trará felicidade, é continuar confiando que, no querer benevolente de Deus, está a realização do coração humano. Diante disto, como não perguntar “Senhor, o que tens para mim”? E esta é uma pergunta que não fica sem resposta…

Por Maurício Alves, da Redação.

Artes: Layla Kamila (Jovens Conectados)

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais