O legado do Projeto Rota 300 no Brasil

Publicado em 21 de julho de 2017 Por Seja o primeiro a comentar!

Enfim chegou o grande momento!

Nossa Senhora Aparecida

Vamos celebrar juntos a Semana Missionária Nacional, entre os dias 22 e 28 de julho, nas dioceses banhadas pelo Rio Paraíba do Sul e o encerramento do Projeto Rota 300, no dia 29 de julho, no Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP). Aguardamos ansiosamente por essa semana dedicada aos jovens no Brasil, em que diversos rostos e identidades se encontrarão para professarem juntos uma só fé!

Muito falamos sobre esses projetos que a Igreja no Brasil desenvolveu ao longo dos anos e com muita alegria que momentos como este conglomeram diversas realidades juvenis, como por exemplo da Arquidiocese de Maringá em que 30 jovens participarão da Semana Missionária e do encerramento mais 44 pessoas, totalizando 74 irmãos de caminhada com o mesmo propósito vivendo esse momento único, de agradecer a Mãe pelo seu sim, e por ser o modelo de evangelizadora em nossa missão.

Para o jovem Daniel Ferreira Lima, do Movimento Renascer da Arquidiocese de Maringá “o projeto Rota 300 trouxe uma motivação muito grande para mim e para o grupo à qual pertenço, estivemos na abertura do evento e poder estar participando do encerramento é uma grande alegria, pois unir a festividade Mariana, dos 300 anos da Aparição de N. Sra. Aparecida, a dimensão missionária e o protagonismo jovem, enche nosso coração de ânimo e vida para continuarmos evangelizando em nossas realidades. Além de, poder participar de uma grande festa da unidade, onde jovens estarão reunidos em um única causa. Espero e tenho certeza que será uma grande celebração da vida e de gratidão a Deus, por tantas bençãos derramadas em nosso Brasil.”

Missionários, voluntários e acima de tudo jovens estão com o coração aberto para vivenciar e celebrar a fé nesse mês especial! O projeto iniciativa da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), visa celebrar tendo como pilares a missão, capacitação e estrutura de acompanhamento, guiados pela espiritualidade Mariana. E a você jovem, se liga no recadinho do atual presidente da Comissão para a Juventude da CNBB.

Confira a entrevista que o canal Jovens Conectados fez com Dom Vilsom Basso, presidente da Comissão para a Juventude.

Jovens Conectados – Está chegando a hora de celebrar, nacionalmente, a Semana Missionária 2017. Qual é a importância desse evento para a juventude?

Dom Vilsom – A Semana Missionária Nacional é o coroamento do Projeto Rota 300 que começou em dezembro de 2013 e que se uniu também as celebrações dos 300 anos da ‘Mãe Aparecida’, com enfoque juvenil. A ‘Mãe Aparecida’ está andando pelo Brasil em muitos lugares levada de fato pela juventude e essa Semana Missionária Nacional nas dioceses banhadas pelo Rio Paraíba do Sul, onde a ‘Mãe Aparecida’ foi encontrada tem esse sentido de coroar esses três anos de evangelização da juventude no Brasil, dando esse toque ‘mariano’ à mãe que nos acompanha a seguir seu filho, e anunciá-lo a tantas pessoas, especialmente à juventude.

Jovens Conectados – O que a Semana Missionária pretende despertar nos jovens que estão participando?

Dom Vilsom – Queremos que ela confirme a caminhada missionária que vem de Jesus e de pregar o Evangelho que vem do papa Francisco e que quer uma Igreja permanente em estado de missão. Nós sabemos que a juventude é o presente e o futuro de nossa igreja e o papa pede que ela seja em saída para anunciar e para ‘misericordiar’, para acolher, para ir ao encontro dos pobres, dos pequenos, dos desprotegidos de nossa sociedade. Nós queremos despertar no coração da juventude esse ímpeto missionário de ir, mas ir ao encontro, ir especialmente ao encontro dos pequenos, dos pobres, dos jovens e marginalizados.

Jovens Conectados – Qual o balanço que a Comissão para a Juventude faz do Projeto Rota 300?

Dom Vilsom – O balanço que nós fazemos desse ‘Rota 300’ é que ele atingiu muitos de seus objetivos. O primeiro deles é a ‘missionariedade’, pipocam pelo Brasil semanas missionárias, semanas juvenis (…). Podemos destacar a questão missionária, a questão da formação de assessores e lideranças jovens, aconteceram muitos cursos e abrimos a possibilidade dos cursos online para que os jovens possam exercer melhor o ministério da coordenação dos grupos e comunidades, e o trabalho conjunto das diferentes expressões juvenis, que é uma realidade funcionando no Brasil. Também o setor diocesano da juventude funcionando em muitas dioceses e, por fim, esse lado ecológico com a ‘Mãe Aparecida’, encontrada nas águas do Rio Paraíba do Sul, propiciando, favorecendo e estimulando junto com o papa Francisco e a Laudato Si, o cuidado da Casa Comum, a preservação de rios, mananciais, o cuidado de nosso planeta.

Jovens Conectados – Qual o próximo passo da Comissão para a Juventude pós Semana Missionária Nacional? E como se dará o acompanhamento da juventude após essa atividade?

Dom Vilsom – O próximo passo acontecerá a partir de setembro, 7 a 9 de setembro, teremos o segundo encontro de revitalização da Pastoral Juvenil de nosso país que acontecerá em Brasília, e aí confirmaremos essa caminhada missionária, essa caminhada de informação e esse trabalho conjunto e queremos a partir do Sínodo dos Bispos, a juventude, a fé e o discernimento vocacional encontrar novas pistas, novos caminhos, novas possibilidades na evangelização da juventude de nosso país.

Jovens Conectados – Uma palavra final?

Dom Vilsom – Deus seja louvado pela caminhada que estamos fazendo e que o espírito de Deus nos inspire a continuarmos cuidando como bons pastores, boas pastoras da juventude de nosso país.

Por redação Jovens Conectados
Maria Emília Duarte e Layla Kamila

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais