Mianmar aprende com o Brasil a combater desmatamento

Publicado em 28 de novembro de 2017 Por Seja o primeiro a comentar!

 

Foto: AP – região desmatada em Mianmar

Desmatamento: este é um problema comum entre Brasil e Mianmar.

O país que acolhe Francisco tem cerca de 43% de sua extensão coberta por florestas e o ocupa o terceiro lugar no ranking das nações que mais desmatam, segundo o Forest Resource Assessment de 2015. Nesta lista, o Brasil aparece em primeiro lugar, embora tenha conseguido reduzir gradativamente o índice de desmatamento na Amazônia depois de 2008.

Durante 10 dias, uma delegação de Mianmar visitou nosso país em julho passado para estudar como instituições públicas e privadas têm trabalhado juntas para atingir o objetivo de reduzir os índices de desflorestamento.

“Nós aprendemos como o setor agrícola no Brasil manteve a produtividade sem incrementar o desmatamento e como o setor privado pode ajudar os agricultores a se adaptarem às mudanças climáticas”, declarou Ohn Winn, chefe da delegação birmanesa.

Em parceria com a Agência das Nações Unidas para o Desenvolvimento, os especialistas visitaram Brasília, Belém e Manaus.

Mianmar é um pouco maior que a França, com 676 mil quilômetros quadrados. Faz fronteira com Bangladesh, Índia, Tibete, China, Laos e Tailândia. Sua costa compõe o Golfo de Bengala e o Mar de Andaman. A teca é a madeira explorada para a exportação, mas as florestas também são abatidas para a produção de combustível e para os cultivos.

Por Rádio Vaticano – Programa Brasileiro

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais