Linguagem do Coração: filme mostra história de fé, compaixão e superação

Publicado em 29 de fevereiro de 2016 Por Seja o primeiro a comentar!

coração

Chega ao Brasil, a comovente história da menina surda, cega e muda de nascença, incapaz de se comunicar, a até ser praticamente ‘adotada’ por uma jovem freira provida de fé e compaixão que enfrenta o enorme desafio de educá-la para o convívio social.

Segundo a crítica especializada, o drama biográfico A Linguagem do Coração ou Marie Heurtin, no título original, dirigido por Jean-Pierre Améris (Românticos Anônimos), vai mexer com o lado mais sensível dos espectadores pela intensidade dos sentimentos impressos nesta narrativa de época.

Baseado em uma história real ocorrida na França do final do século XIX, o longa teve sua estreia mundial no Festival de Cinema de Locarno 2014, na Suíça, onde foi vencedor do Grande Prêmio Variety Piazza.

O filme aborda o drama da deficiente visual e auditiva Marie, uma adolescente de 14 anos que vive aprisionada em seu mundo em razão de suas limitações físicas. Como não consegue se comunicar, é levada pelo pai ao Instituto Larnay, na época, famosa entidade católica por atender meninas surdas. Mesclando humor e drama, o longa narra a esperança das freiras do convento ao tentar ajudá-la com sua educação e, de alguma forma, fazê-la interagir com a vida e se libertar do corpo que a aprisiona.

O diretor do célebre Românticos Anônimos (Les motins amomes) imprimi uma história que alia o ceticismo inicial de uma madre ao desafio do limite humano e a expectativa de superação pela fascinante linguagem do amor maternal da religiosa intensificada pela fé e sentimentos mútuos de confiança que ganham força no papel da Irmã Marie Marguerite, interpretado com maestria por Isabelle Carré, ao abraçar o imenso desafio com determinação e incansável paciência.

Confira o trailer

Por Imovision Brasil

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais