“Jovens não aceitam respostas prontas da Igreja”

Publicado em 25 de março de 2018 Por Seja o primeiro a comentar!
Brasileiros participantes da reunião pré-sinodal no Vaticano expressam suas expectativas em relação ao Sínodo dos Bispos para a Juventude, programado para outubro próximo.

Depois de uma semana de trabalhos, foi apresentado na manhã de sábado (24/03), no Vaticano o Documento conclusivo da Reunião Pré-sinodal de preparação para o Sínodo que tratará da Juventude, em outubro, com o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

Brasileiros dão seu testemunho

Vatican News entrevistou Filipe Domingues, jornalista, doutorando em Ciências Sociais na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma. Ele participou do grupo de redação do Documento e afirma que durante esta semana, a discussão tocou os pontos principais da vida da Igreja.

“Desde questões básicas como a realidade econômica e social, à violência, às perseguições de minorias, migrações… até questões do dia a dia dos jovens: sexualidade, contracepção, participação da religião na vida pública, em que há uma certa cautela dentro da própria Igreja”.

“ Os jovens não aceitam respostas prontas para estas questões e isto está bem claro no Documento. Os jovens têm ânsia de respostas e acompanhamento ”

Juliene Barros é coordenadora da equipe de comunicação dos ‘Jovens conectados’. Segundo ela, o Documento expressa os desejos e expectativas dos jovens brasileiros, que a seu ver, são protagonistas na transformação e revitalização do olhar da Igreja sobre a juventude.

Já Lucas Galhardo, da Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional – CEPJ-CNBB, membro do Movimento de Schönstatt, também relator do Documento conclusivo, fala de sua experiência e da expectativa que o texto expresse as vozes dos jovens do mundo inteiro.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais