Jovens de SP se mobilizam para a JMJ na Polônia

Publicado em 21 de janeiro de 2016 Por Seja o primeiro a comentar!

jmj-cracoviaFaltando seis meses para o maior evento jovem católico do mundo, a Arquidiocese de São Paulo já está se organizando para participar da Jornada Mundial da Juventude.

Desde a venda de sobremesas no final das missas à promoção de festas e jantares, diversos grupos de jovens estão promovendo ações para arrecadar dinheiro para ir à Jornada. É o caso do grupo de jovens da Paróquia Nossa Senhora das Graças, no bairro do Jabaquara, na Região Ipiranga, que desde setembro de 2013 está trabalhando em prol da JMJ Cracóvia 2016.

“Por ocasião da JMJ Rio 2013, a nossa Paróquia acolheu um grupo de 83 italianos, que participou da Semana Missionária. Eles nos contaram que venderam doces, fizeram rifas e festas em suas comunidades para custear a viagem. Após esse relato e a nossa vivência na JMJ, ficamos animados, entusiasmados, e começamos a nos movimentar”, expressou Leonardo Ramos da Silva Teixeira, 18, participante do grupo de jovens.

Com apoio do Padre Ubaldo Steri, pároco, o grupo tem se organizado para arrecadar recursos financeiros para o encontro dos jovens com o Papa Francisco em Cracóvia. Além da venda dos doces e a participação nas festas da Paróquia, os jovens realizaram em dezembro a “Noite da Pizza”, com intensa participação da comunidade. Segundo Leonardo, a meta inicial era de levar 15 jovens, mas devido à crise financeira do País, é quase certo que conseguirão custear apenas a viagem de um jovem, que será escolhido por sorteio entre aqueles que estão se empenhando nas ações de arrecadação.

‘Sentir-se parte da Igreja de Cristo’

Para o grupo Cruz Jovem, da Paróquia Divino Salvador, na Vila Olímpia, na Região Sé, participar da JMJ Cracóvia 2016 será um momento especial e os jovens já estão na expectativa de representar a comunidade paroquial em outro continente.

“Muitos jovens do nosso grupo puderam participar da última edição do evento no Rio de Janeiro em 2013. Por isso, nós sabemos o quão intenso é esse momento de comunhão com toda a Igreja. Acreditamos que conseguiremos trazer muitos frutos e semeá-los em nossa comunidade”, expressou Marcelo Nery Simões Martins, 22, um dos coordenadores do grupo.

Além das tradicionais macarronadas realizadas pelos jovens, a renda das duas últimas festas julinas da Paróquia foi revertida para ajudar a custear a ida de cinco jovens à Jornada. Eles contam com o apoio do Padre Sidney José Barone, pároco, e de toda a comunidade, não só no aspecto financeiro, mas na preparação espiritual, que é parte da rotina dos peregrinos.

“Em outubro de 2015, realizamos um momento de espiritualidade chamado de #momentoJMJ, em que podemos contar um pouco da história da Jornada e partilhamos o quanto é maravilhoso sentir-se parte da Igreja de Cristo”, recordou Marcelo.

Viver a misericórdia de Deus no Ano Santo

Com uma juventude viva e atuante nas atividades da comunidade, a Paróquia Santa Cruz de Itaberaba, na Região Brasilândia, pretende levar 15 jovens à JMJ Cracóvia 2016. A preparação começou em maio de 2015. De rifas às festas de música católica chamadas ‘Cristodance’, de barracas de salgados à entrega de cofrinhos personalizados sobre a JMJ Cracóvia 2016, os jovens da Santa Cruz estão se preparando.

“Na JMJ 2013, no Rio de Janeiro, não existiam diferenças de países, línguas ou costumes. O que predominava era o amor e a fé em um Cristo misericordioso, e esperamos vivenciar tudo isso novamente na Polônia, principalmente neste Ano Santo da Misericórdia”, expressou Diego Brigatto, 23, coordenador do grupo. Os jovens ainda pretendem realizar sessões de cinema ao ar livre, baile sertanejo, peças de teatro, assim como almoços e jantares típicos para melhorar a arrecadação.

Mobilização arquidiocesana

A Arquidiocese de São Paulo, por meio do Setor Juventude, está em campanha para realizar inscrições de jovens e adultos que queiram participar da JMJ Cracóvia 2016.

Além de organizar os grupos que estão se inscrevendo, a meta é promover encontros e retiros em preparação para a JMJ.

“A expectativa é que consigamos chegar a uma delegação oficial com cerca de cem pessoas, que será composta pelo bispo auxiliar da Arquidiocese e referencial para o Setor Juventude, Dom Carlos Lema Garcia, por membros da coordenação do Setor Juventude da Arquidiocese, pelos padres assessores da juventude nas regiões episcopais, por jovens lideranças indicadas pelas paróquias e adultos que também pretendam participar da JMJ”, expressou Nei Márcio Oliveira de Sá, coordenador do Setor Juventude da Arquidiocese.

Dom Carlos Lema Garcia enviou em outubro de 2015 uma carta para a todas as paróquias e colégios católicos descrevendo a mobilização da Arquidiocese para o evento e motivando a participação. “Com a JMJ realizada no Brasil, muitos foram os frutos para a evangelização dos nossos jovens. A JMJ é um forte momento de encontro pessoal com Jesus Cristo, através das celebrações, catequeses e missões realizadas, além do importante intercâmbio cultural realizado entre os participantes. Os depoimentos dos jovens mostram que essa é uma experiência inesquecível”, escreveu o Bispo.

A campanha de divulgação da proposta assumida pelo Setor Juventude será intensificada a partir da segunda quinzena de janeiro, assim como o envio de cartazes e folders explicativos para toda a Arquidiocese de São Paulo. As inscrições e informações poderão ser obtidas no e-mail setordejuventude@uol.com.br.

Meio milhão de peregrinos já inscritos

Com o lema “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão a misericórdia” (Mt 5,7), a 31ª edição da Jornada Mundial da Juventude, até dezembro de 2015, registrou 532.792 pessoas inscritas, de 150 países, organizadas em 2.568 grupos, dentre esses 9.056 brasileiros, em 226 grupos, conforme informações do Comitê Organizador Local.

Segundo os organizadores da Jornada, a escolha de Cracóvia como lugar de celebração do próximo encontro dos jovens remete-se a “à centelha da Misericórdia desde que Jesus Misericordioso revelou-se à Santa Irmã Faustina, em Łagiewniki, um dos bairros de Cracóvia”. A cidade é conhecida no mundo como o centro da devoção à Divina Misericórdia.  O anúncio foi feito pelo Papa Francisco em julho de 2013, ao final da JMJ no Rio de Janeiro, na missa de envio da Jornada, evento que reuniu 3,7 milhões de pessoas.

A expectativa é que Cracóvia acolha 2 milhões de pessoas durante o encontro mundial dos jovens.

Por Renata Moraes, do Jornal O São Paulo

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais