Jovem evangelizando jovem com a alegria salesiana

Publicado em 20 de julho de 2013 Por Seja o primeiro a comentar!

Se dizem que Deus é brasileiro e o Papa é argentino, com certeza a juventude presente no Colégio Santa Rosa, em Niterói (RJ), é genuinamente salesiana e tem um enorme afeto por Dom Bosco e Madre Mazzarello. Essa foi a constatação da noite de abertura do Encontro Continental do Movimento Juvenil Salesiano (MJS) das Américas, na noite de 18 de julho.

Segundo o membro da equipe do Dicastério de Pastoral Juvenil e coordenador da Pastoral Juvenil Salesiana na Venezuela, padre Rafael Borges, “depois da realização do primeiro Fórum Mundial do MJS, foram feitas algumas tentativas regionais de encontro. Mas, com o anúncio do Papa na JMJ de 2011, em Madri, que a próxima Jornada seria no Brasil, então o Dicastério da Pastoral Juvenil pensou: “é a oportunidade”, e então foi feito o contato com todos os delegados inspetoriais que abraçaram a ideia, sendo iniciado o processo de organização do Encontro Continental do MJS e da Articulação da Juvenil Salesiana (AJS)”, afirmou.

São cerca de 350 jovens vindos da América e Caribe, representando 22 inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco e 19 inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora.

Durante todo o dia o Colégio Santa Rosa, primeira presença salesiana do Brasil, foi recebendo jovens com calorosos “Bienvenidos! Welcome! Bem-vindos! Bienvenue!”, com predominância do idioma espanhol.

Com todos acomodados, a noite foi marcada pela abertura oficial do evento, primeira das três grandes atividades salesianas que antecedem a Jornada Mundial da Juventude: Encontro Continental do Movimento Juvenil Salesiano, Fórum Mundial do Movimento Juvenil Salesiano e a Festa do Movimento Juvenil Salesiano.

A animação, realizada pela Banda Huella, fez os jovens esquentarem ainda mais o clima atípico do inverno fluminense. Momento forte também foi a apresentação das delegações e das coordenações nacionais da AJS/MJS.

Adriano Cordeiro, 17 anos, que é membro da Pastoral da Juventude na Diocese de São Gabriel da Cachoeira – AM e veio com os jovens do Colégio Salesiano Inês Penha, comenta que é “bom ver missionários salesianos, o carisma de Dom Bosco, conviver com pessoas de várias línguas e viver a experiência da JMJ. Ninna Ruiz Cuttier, também de 17 anos, que veio com a delegação do Paraguai e é coordenadora do grupo Laura Vicuña do MJS, afirma: “Para mim é algo novo, muito especial, um privilégio ter sido eleita para estar aqui. Creio que o carisma salesiano atrai de maneira especial os jovens com alegria, respeito, amor para conosco e com os demais, seguindo o exemplo de Dom Bosco e Madre Mazzarello.

Durante todo o Encontro, que será realizado até o dia 21 de julho, os delegados trabalharão o tema “Jovem evangelizando jovem”, buscando dar novas perspectivas para o Movimento Juvenil Salesiano à luz dos documentos da Congregação e da Igreja, especialmente do Documento de Aparecida.

 

Por Anderson Bueno – Boletim Salesiano

 

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais