Festival Halleluya começa nessa quarta-feira

Publicado em 18 de julho de 2016 Por Seja o primeiro a comentar!

rosa

Artes, jovialidade, alegria, inovação, solidariedade, radicalidade. Esses e muitos outros componentes formam o Festival Halleluya. “A Festa que nunca acaba” está celebrando 20 anos. O evento será realizado de 20 a 24 de julho no Condomínio Espiritual Uirapuru – CEU (Av. Alberto Craveiro, 2222). A expectativa é consolidar o recorde de público de um milhão de pessoas. A organização é da Comunidade Católica Shalom.

Serão 23 artistas no palco principal com estilos variados que vão desde o pop, passando pelo rock e pelo forró até o pagode. Além disso, há oito espaços temáticos para o público. Padre Fábio de Melo e a banda de rock Rosa de Saron estão entre as atrações já consagradas confirmadas para este ano. Também teremos grandes artistas como Tony Allysson, Eliana Ribeiro, Ziza Fernandes e Adriana Arydes. Entre as novidades, destaque para o rock de André Leite e ID2 e para a cantora católica Lucimare Nascimento.

O esquema de segurança e de mobilidade urbana para o Festival Halleluya já estão definidos. A Polícia Militar montou um esquema de segurança com um efetivo de 354 policiais, além de 22 viaturas, 30 motos e 20 equinos. Serão 60 policiais civis. A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) disponibilizará 114 ônibus extras para os cinco dias.

Espaços do Halleluya

A arena do Halleluya possui área destinada aos shows e aos espaços temáticos. Em Fortaleza, a área total chega a 80 mil m², aproximadamente, dos quais 60 mil m² são para os shows. O Festival conta com oito espaços temáticos, dentre os quais estão Misericórdia, Adventure, Kids, Quero Mais e o Espaço Vida.

A solidariedade é uma das marcas do Halleluya. Na celebração de 20 anos do evento, será criado o Espaço Vida. Haverá a coleta de alimentos não perecíveis, doação de sangue e cadastro de medula óssea em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), além de uma programação com palestras e triagem que visa à prevenção e ao combate às drogas.Neste ano, a expectativa é alcançar 900 bolsas de sangue.

O Espaço da Misericórdia é o coração do Festival Halleluya. Durante toda a noite acontecem Cursos, Confissão, Oração e Aconselhamento e Seminário de Vida no Espírito Santo. No Espaço também fica a Capela com adoração ao Santíssimo Sacramento nas cinco noites do evento.

A Arena Cultural é uma grande área que concentra espaços temáticos: Pátio Halleluya, Halleluya Adventure e Fazendo Barulho. Para quem curte radicalidade, a pedida é o Halleluya Adventure, local que concentra apresentações e campeonatos de skate, patins e bike. Há ainda a Praça Halleluya Quero Mais, além das praças de alimentação.

O evento é gratuito, mas conta com um Loungue para quem deseja ter uma vista privilegiada do palco. No Halleluya Kids, os pequeninos podem vivenciar jogos, contação de histórias, apresentações teatrais e atividades pedagógicas durante toda a programação do evento.

Sobre o Halleluya

“A Festa que nunca acaba” é o slogan do Festival Halleluya e reflete as principais atrações do evento: música, dança, teatro e oração para atrair jovens a uma experiência com Jesus e levá-los a uma felicidade que não passa. O evento é realizado pela Comunidade Católica Shalom e acontece também em outras capitais do País, como Rio de Janeiro, São Luís e Natal. A maior parte do público do Halleluya é composta por jovens. Entre 70% e 80% dos participantes são desta faixa etária. No entanto, há espaço para o público de várias idades.

O Halleluya já foi realizado fora do País em Roma (Itália), Nazaré (Israel) e Montevideo (Uruguai) e Toulon (França). Na Jornada Mundial de 2013, no Rio de Janeiro, o evento foi parte integrante do Festival da Juventude e atraiu um público de dezenas de países. Neste ano, pela primeira vez, o Halleluya será realizado em Cracóvia (Polônia) com o objetivo de atrair jovens do mundo inteiro. O evento estará dentro da programação do Festival de Artes.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais