Em Clima de unidade, jovens da Arquidiocese de Aracaju celebram a ‘Santidade’

Publicado em 5 de julho de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

Na noite de quinta-feira (04) a Paróquia Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, na zona Sul de Aracaju, acolheu os jovens e toda a comunidade para celebrar a memória litúrgica do jovem Beato Pedro Jorge Frassati. A missa foi presidida pelo assessor eclesiástico do Setor Juventude, Pe. Anderson Gomes e concelebrada pelo Pe. Valdes Aparecido, pároco no Conj. Leite Neto.

Em clima de festa e unidade, os jovens da Arquidiocese de Aracaju expressaram a alegria de ser Igreja jovem e foram convidados a caminhar com os olhos sempre fixos em Jesus, através dos ensinamentos que os santos e beatos nós propõe. “A vida dos Santos é sempre fonte de inspiração, principalmente para os jovens, pelo exemplo de vida e seguimento da vontade de Deus”, disse o Padre Valdes.

Fotografia: Osmar Rios

Atendendo ao convite do Setor Juventude, diversas expressões jovens da arquidiocese compareceram a celebração eucarística como: a Comunidade Shalom, uma caravana de jovens do Grupo EJC do Santuário Nossa Senhora Aparecida, o Movimento fraternidade e caminho, os Jovens Sarados – que animaram a celebração eucarística-, entre outros.

Durante a homilia o padre Valdes convidou os jovens a refletir sobre o caminho de Santidade que estavam trilhando em seu dia a dia seja na escola, faculdade ou ambiente de trabalho. “A santidade não consiste em grandes ocupações, mas em ser intenso nas pequenas coisas”, ensinamento importante partilhado com a juventude.

Ao fim da celebração o Padre Anderson, assessor eclesiástico do Setor Juventude, frisou as palavras do Papa Francisco na exortação Apostólica Pós sinodal: “Cristo vive: é Ele a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo! Tudo o que toca torna-se jovem, fica novo, enche-se de vida. Ele vive e quer-te vivo! ”, enviando os jovens para a suas comunidades.

O Jovem Beato

Os que pensam que os santos são pessoas tímidas e solitárias, ficarão surpreendidos diante da figura do beato Pier Giorgio Frassati, um verdadeiro brincalhão, foi um amigo dos pobres e via neles o Cristo.

Pier Giorgio Frassati era um jovem rico filho de um importante senador que nasceu em Turim na Itália em 1901. Frassati dedicou sua vida aos pobres atuando nas Conferências de São Vicente de Paulo e na Ação Católica. Faleceu aos vinte e quatro anos e em 1990 foi beatificado por João Paulo II.

 

Relíquia de segunda classe de Pier Giorgio (Um pedaço do lençol do seu leito), ao lado da imagem de N.S do Santíssimo Sacramento.

Portanto, são especialmente os jovens, que em sua busca por um modelo de santidade, encontram no beato alguém com quem se identificar, já que Pier Giorgio fez de sua curta vida uma “aventura maravilhosa”. Ele amou os pobres e humilhados; ele dedicou a sua vida a fazer-lhes bem. Ele os procurou nos cantos mais distantes da cidade, passando por escuros e tortuosos caminhos, foi para dentro da obscuridade e da miserabilidade dos atos alheios, trazendo consigo o pão que restaurava seus corpos e a palavra que confortava as suas almas. Tudo partindo de seu bolso e de seu coração foi destinado aos outros. Ele nasceu para os outros e não para si próprio. Ele foi de fato, um verdadeiro cristão.

Contudo, o bom Deus quer evidenciar a espiritualidade frassatiana como um modelo prático e fecundo de anunciar o Evangelho, de fazer com que Nossa Senhora seja amada, de levar os jovens ao serviço de Jesus Cristo na Eucarística, nos amigos, nos pobres.

Conheça mais sobre a vida e o testemunho de santidade do beato italiano: instagram.com/frassatibra ou facebook.com/frassatibra 

Por Setor Juventude da Arquidiocese de Aracaju
Fotografia: Osmar Rios

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais