É preciso clamar pelo Espírito Santo

Publicado em 20 de Maio de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

Deus derrama hoje o seu Espírito Santo, com a mesma força que outrora derramou no início da Igreja. Faz isso para curar, converter, arrancar o nosso povo do pecado e dos vícios; arrancar os nossos jovens das drogas e da prostituição. Deus já providenciou o remédio: a efusão do Espírito Santo, os dons do Espírito Santo. O dom da parresia (o anúncio com destemor)!

O nosso chamado hoje é para sermos homens e mulheres de oração, que se deixam conduzir pelo Espírito Santo, tornando-se uma brasa viva do amor de Deus. Faça da sua vida uma oração e a cada dia você poderá testemunhar as maravilhas que o Senhor opera em sua vida.

Não queiramos entender os mistérios de Deus com a nossa inteligência. É preciso compreender com o coração, abrindo-nos à ação do Espírito Santo.

Ao ficarmos impregnados do Espírito Santo, levamos às pessoas o poder, a autoridade, a cura, o consolo, a palavra, a sabedoria e a ciência que vem do Espírito Santo. É o Espírito Santo que age por meio de nós.

O trabalho apostólico de orar, levar cura, libertação, consolo às pessoas, para arrancá-las do pecado, dos vícios das garras do maligno, exige de nós doação. E muitas vezes isso nos torna áridos. O próprio contato com o mundo nos torna áridos.

Por isso devemos pedir diariamente a graça da efusão do Espírito Santo, pois precisamos continuamente ser batizados no Espírito Santo.

Quando nos sentimos áridos, temos de nos erguer lá do fundo de nós mesmos, buscar os sacramentos, a intercessão de Maria, participar de encontros, aprofundamentos, grupos de oração, fazer o estudo da Palavra  e clamar: Vem, Espírito Santo!

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais