Dom Vilsom: a Igreja faz uma opção pastoral histórica pelos jovens

Publicado em 3 de maio de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

Com o objetivo de refletir como a Igreja no Brasil está acolhendo o Sínodo dos Jovens e a Exortação “Christus Vivit”, dom Vilsom Basso, bispo de Imperatriz (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, participou de uma coletiva de imprensa hoje, dia 3 de maio, durante a Assembleia Geral dos Bispos, que acontece em Aparecida/SP.

“Gostaria de dizer que para mim é um privilégio, uma graça muito grande estar à frente desta comissão e servir a juventude do Brasil, como também foi um privilégio participar do sínodo”, disse o bispo.

Dom Vilsom destacou o parágrafo 119 do documento final do Sínodo, que diz que “no momento em que escolheu ocupar-se dos jovens neste Sínodo, a Igreja no seu conjunto fez uma opção muito concreta: considera esta missão uma prioridade pastoral decisiva, na qual deve investir tempo, energias e recursos financeiros”. Este parágrafo foi inserido no documento a partir de uma ementa que o próprio bispo propôs.

Para o bispo, a importância deste documento – que teve como relator geral o brasileiro dom Sergio da Rocha – é evidente na exortação pós-sinodal “Christus Vivit” visto que o Papa Francisco cita 55 vezes o documento. Durante a coletiva, Dom Vilsom falou sobre o texto do Papa Francisco explicando a divisão dos capítulos e sobre o conteúdo de cada um deles.

“É um texto bonito, com linguagem de carta, de conversa. É o Papa conversando diretamente ao coração dos jovens. Esses dois documentos com certeza são agora a inspiração para toda Igreja para os próximos anos, eu diria para as próximas décadas, porque um novo sínodo sobre a juventude certamente vai demorar muitos anos, e aqui o Papa nos dá com O sínodo e com esta exortação o magistério para evangelização das juventudes pelos próximos anos”, refletiu.

Novo Curso EAD

Um curso em Ead está sendo preparado pela comissão em 12 aulas para contribuir na divulgação tanto do documento final como da exortação apostólica. Ele estará disponível gratuitamente na plataforma do Jovens Conectados. Participam deste curso os bispos brasileiros que estiveram no Sínodo, o Pe. Antônio Ramos do Prado, sdb, assessor da comissão, e o jovem Lucas Galhardo, que representou o país como auditor.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais