Diocese de Petrópolis realiza JDJ

Publicado em 14 de abril de 2014 Por Seja o primeiro a comentar!

unnamed (2)

Em comunhão com as dioceses do mundo todo, a Diocese de Petrópolis comemorou, no dia 13 de abril, o 29º Dia Mundial da Juventude, com a Jornada Diocesana da Juventude (JDJ), com evento nos quatro decanatos. Dom Gregório Paixão, bispo diocesano, falou sobre a alegria da juventude, frisando que “esta juventude é o presente de Deus para Igreja e para os dias de hoje, pois é através do vigor próprio da juventude que Cristo deseja continuar a sua obra”.

Para o bispo diocesano, começar a Semana Santa, no Domingo de Ramos com um evento dedicado aos jovens é a maneira que a Igreja tem de agradecer a Deus a presença da juventude. “Toda obra de Jesus foi realizada num momento rigoroso da sua vida e Jesus chama todos nós a viver a beleza da juventude, não somente da idade, mas seu espírito jovial. Queremos convidar todos os jovens, que são um presente para Igreja nos dias de hoje e não apenas o futuro, a continuar a obra de Jesus”.

Milhares de fiéis participaram em toda Diocese de Petrópolis da procissão e missa do Domingo de Ramos. Em algumas delas, os padres lembrando o momento em que Jesus entra em Jerusalém, fazem a procissão montado num cavalo, como ocorreu em todos os quatro decanatos da Diocese. Dom Gregório Paixão, celebrou o Domingo de Ramos, pela manhã, na Paróquia Santa Clara e à tarde, com os jovens do Decanato São Pedro de Alcântara, na Catedral, participando da Jornada Diocesana da Juventude.

Dom Gregório Paixão disse que “Deus não desistiu de nós. É isto que celebramos neste domingo da paixão do Senhor. Deus foi até as ultimas consequências para mostrar o seu amor, para mostrar que não podemos nos perder ao longo da caminhada, mesmo recebendo pancadas. Jesus não desceu da cruz e não parou o projeto de seu pai”. Ele afirmou ainda que a história de Jesus, não uma ficção, mais é verdadeira, “é a história do amor que hoje se manifesta na minha e na sua vida. Hoje Jesus faz a mesma pergunta a nós, que fez a Judas: amigo a que viestes?”.

O bispo de Petrópolis convidou todos a abraçar aquele que é senhor da nossa vida, “pois a cada dia que entramos na vida de nosso Deus, mas lutamos pela transformação de nossa sociedade”. Para Dom Gregório Paixão o que fizeram com Jesus é o mesmo que acontece hoje em nossa sociedade contemporânea, lembrando as muitas leis que tramitam no Congresso Nacional e são contra a vida.

Sobre a canonização de João Paulo II, idealizador da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no próximo no dia 27, Dom Gregório Paixão afirma que os jovens recebem com coração alegre. “O Papa João Paulo II tinha um carinho pela juventude e tantas vezes escreveu para os jovens e hoje, estes mesmos jovens veem aquele homem que os amou tanto virar santo”.

Cada ano, o papa dirige uma mensagem especial aos jovens com um tema específico. Neste ano, Papa Francisco falou sobre o tema “Felizes os pobres de espírito porque deles é o Reino do Céu”. Esta é a primeira das três jornadas em que o Papa vai abordar as bem aventuranças evangélicas, culminando na JMJ de 2016, em Cracóvia.

O tema da mensagem do Papa Francisco, “Felizes os pobres de espírito porque deles é o Reino do Céu” foi refletido pelos jovens do Decanato São Pedro de Alcântara, em evento realizado, na Igreja Nossa Senhora do Rosário. Adriana Gomes, da Comunidade Mater Dolorosa de Jerusalém, conduziu a reflexão com os jovens. Ela disse que foi uma experiência boa partilhar o que o Papa fala para os jovens, frisando que ele é a voz da igreja.

“A mensagem é maravilhosa, pois as bem aventuranças saiu do coração de Jesus”, frisou Adriana, lembrando que o centro da mensagem do Papa para os jovens é um “convite para ter coragem para viver a verdadeira felicidade, que somente pode ser encontrada em Cristo. Ele também fala da importância do desapego das coisas que nos prendem e depois explica como viver isto, sendo que um dos caminhos é se converter para os pobres e através deles poder tocar Cristo”.
Padre Manoel da Silva Gouvêa, responsável pelo Setor Juventude no Decanato São Pedro de Alcântara, disse que apesar da chuva que caiu na tarde de domingo, dia 13, a juventude do decanato compareceu à Igreja do Rosário e para ele, mostra a força do jovem católico. “A juventude sempre nos surpreende e mesmo com a chuva compareceu e isto é importante”, frisou o padre, lembrando que o evento faz parte da JMJ.

Após uma tarde de reflexão e animação, que contou ainda com apresentação do Grupo de Dança Expressão de Louvor e do teatro apresentado pela Oficina de Valores, os jovens, juntamente com o bispo diocesano, saíram da Igreja do Rosário e seguiram em caminhada até a Catedral São Pedro de Alcântara, onde foi celebrada a missa do Domingo de Ramos. Durante a caminhada, os jovens cantaram e rezaram, testemunhando publicamente fé em Cristo.

Por: Ascom da Diocese de Petrópolis

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais