Diocese de Montenegro (RS) realiza 1ª etapa de formação do Eaí?Tchê

Publicado em 10 de junho de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!

Montenegro - 1etapaformacao2

Nos dias 6 e 7 de junho, jovens da Diocese de Montenegro (RS) se reuniram na Paróquia São João Batista, de Brochier – Área Pastoral Salvador do Sul, para a 1ª Etapa de Formação dado pelo Serviço de Evangelização da Juventude do Regional Sul 3, chamado Eaí?Tchê, que tratou sobre Ofício Divino e Música Litúrgica.

No ano passado, foram realizadas três Etapas de Formação, tratando sobre assuntos diversos, que foram avaliados como muito positivas. “Devido à avaliação positiva dos jovens, resolvemos continuar com essa proposta. Sabemos da importância que tem a formação na vida dos jovens e neste ano buscamos aprimorar os assuntos”, avalia Rosângela Morschel, articuladora do Setor Juventude da diocese.

Nesta primeira etapa, foi realizado um estudo aprofundado do Ofício Divino da Juventude, que permitiu também a experiência de oração do mesmo durante momentos especialmente preparados pelos próprios jovens que faziam o curso. No sábado, também houve um momento de reflexão sobre os Ritos da Missa, e logo após todos participaram da celebração com a comunidade, que recebeu também neste final de semana os seminaristas do Seminário São João Maria Vianney e realizaram sua atividade vocacional na Paróquia. Todos foram muito bem acolhidos em casas de família. Já no domingo, o seminarista Leandro Luiz Ludwig, que integra a Pastoral Litúrgica Diocesana e presta assessoria na formação em música para a equipe do Regional Sul 3, tratou sobre o tema “Música Litúrgica”, esclarecendo dúvidas sobre o papel da mesma nas celebrações.

Conforme Gabriela Marx, do Grupo CLJ Jucasa, de São Benedito, “a formação está sendo muito importante, pois aprendemos a celebrar junto com os outros. A gente aprende a ter criatividade, surgem ideias para diversos momentos. Eu, particularmente, gostei muito dessa primeira etapa e recomendo, porque você de certo modo perde a timidez (já estou sentindo a diferença em mim mesma). É muito bom ter essa convivência com outras pessoas. Quando as coisas são preparadas com carinho para os outros, você consegue prestar a atenção devida para aquele momento. Parece que de certo modo esquecemos-nos do mundo lá fora, para presenciar apenas aquilo”.

“Acredito que foi um final de semana repleto de muitos ensinamentos, de muita fé, alegria, parceria e amizades! A formação nos ensina muito. Podemos tirar dúvidas, pedir conselhos, nos faz crescer como pessoa e também como grupo. É muito bom encontrar jovens de grupos e lugares diferentes, compartilhar histórias que aconteceram. Mas o melhor de tudo, é ver que todos têm os mesmos ideais, que mesmo sendo de grupos diferentes temos muito em comum, queremos chamar mais jovens a participarem dessa caminhada que nos faz tão feliz”, reflete a jovem Daiane Arnhold, do Grupo de Base Toca Jovem, de Bom Princípio.

Para Taís Wollmann e Cristina Bieger, que auxiliaram na condução dos trabalhos, “é importante ver a motivação que essa juventude possui, bem como a sede por conhecimento. Perceber que eles vibram com esses encontros e saem daqui energizados para partir à missão é essencial”. Elas, juntamente com os demais membros da equipe de Formação, reiteram o agradecimento ao Pe. Blásio Henz, assessor do Setor Juventude e pároco da Paróquia de Brochier, pelo empenho e trabalho dele e de toda comunidade, que não mediu esforços para que o curso pudesse acontecer. Também agradecem o apoio de todos os padres, pais e grupos que possibilitaram e enviaram os jovens à missão.

 

Por Gabriela Mendel

 

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais