Dicas de como construir uma equipe de comunicação eficaz

Publicado em 11 de dezembro de 2017 Por Seja o primeiro a comentar!

Não é nada fácil (eu sei), a cada oportunidade que tenho de trocar experiências sobre comunicação nas mais diversas Dioceses do Brasil percebo que este tema é recorrente.  Não sei se você já sabe, mas os Jovens Conectados é uma equipe de profissionais graduados das mais diversas áreas da comunicação, que voluntariamente está a serviço da CNBB por meio da Comissão para a Juventude.

Então é o tempo de você começar a construção ou o engajamento de uma equipe de voluntários para comunicação e redes sociais na sua Diocese, paróquia ou expressão o mais breve possível. É a hora de começar a envolver novas pessoas neste serviço ou ministério.

A figura do “EUquipe” é cada vez mais frequente, aquele sujeito dotado de talentos que retém para si diversas funções, e sabiamente Santa Teresa de Ávila nos dizia “quem ama, faz sempre comunidade; não fica nunca sozinho”, porque não dizer: quem quer servir no âmbito eclesial faz comunidade; não fica nunca sozinho. Porque é uma verdade! Deus nos fez precisar uns dos outros, para que os nossos dons se multipliquem!

Pense comigo: ficamos muito limitados quando trabalhamos por conta própria, ou apenas interagindo com nós mesmos. O problema é que a construção de uma equipe boa e forte não é fácil. Mas, por experiência própria, eu acredito que não seja impossível! Você pode fazê-lo, e para isso, aqui vão sete dicas para ajudá-lo nesta ação:

//VOLUNTÁRIOS SÃO VOLUNTÁRIOS

O dicionário Aurélio é claro: “adjetivo. Que é feito sem constrangimento ou coação; espontâneo. substantivo masculino. Que faz parte de uma corporação por mera vontade e sem interesse.”

Sim! Encare seu serviço como uma missão, onde Ele mesmo te chamou! Você pode ser a pessoa mais capacitada da “face da terra” (e que bom, precisamos cada vez mais de profissionais graduados na evangelização!) …, mas não é por méritos que Deus chama, é por graça! Lembra do chamado dos doze Apóstolos? “Chamou os que ele quis.” A vocação é de iniciativa divina. Por que Deus chama “a este” e não “aquele ou aquela”, é mistério que racionalmente não entendemos. O certo é que, só seremos plenamente felizes se seguirmos o caminho que Deus nos chama.

Por isso: De graça recebestes, de graça daí.

//COORDENADOR SIM, SENHOR FEUDAL NÃO

É sabido que a Igreja Católica Romana segue uma hierarquia e em nosso serviço ou apostolado também existe a figura do(a) Coordenador(a), onde estes devem ter o perfil de líder (não CHEFE, não Senhor feudal, ne?). Que é a figura que assume diversos papeis e o principal deles é deixar o “trabalho” mais leve, ao entender anseios, vontades e metas da sua equipe. É este líder que não menospreza pessoas só por que estão “abaixo” da sua posição!

Calma! Mas será que existe “embaixo” e “acima” no reino de Deus? Ou quem pode mais ou quem pode menos? “Se alguém quer ser o primeiro, seja o último de todos e o servo de todos” (Mc 9,30-37), lembra? Guarde no coração.

Encoraje, anime, aceite, reconheça, seja grato, aprenda, ensine e se envolva com os dons de todos aqueles que formam a sua equipe. Evite cortar, reduzir, desmotivar, restringir, criticar sem fundamento, isolar ou denegrir a imagem de quem quer que seja, por idade, sexo, mentalidade ou posição social e profissional! Todos (t-o-d-o-s) temos pelo menos um dom a ser compartilhado.

//CADA UM NO SEU QUADRADO

Coloque cada membro da equipe como responsável por algo. Os membros da equipe querem saber se estão fazendo a diferença com seu trabalho, mesmo que este seja voluntário (o trabalho é voluntário, mas não descompromissado). É natural do ser humano. Até porque, se eles irão gastar seu precioso tempo, querem e tem o direito de saber o que é mais importante. Mantenha-os a par do que está acontecendo e do que irá acontecer.

A maneira mais fácil de se demonstrar aos voluntários de que eles são importantes para a equipe, e para o trabalho como um todo, é colocá-los no comando de alguma coisa – de qualquer coisa, realmente! Isto não só os manterá incentivados, mas vai mantê-los ao seu redor por um longo tempo.

//USE O FEEDBACK AO SEU FAVOR

Calma que eu explico, feedback é uma palavra inglesa que significa realimentar ou dar resposta a determinado pedido ou acontecimento. Então ele precisa estar presente em sua equipe!

Gente, o feedback positivo é capaz de motivar pessoas, principalmente com voluntariado. Um coordenador (a) preparado reconhece o valor de cada membro da equipe e, o mais importante, verbaliza isso. Da mesma forma, quando diante de falhas, faz parte de sua função alertar o membro.

Mas o que eu faço com aquele membro que não cumpre nada que foi planejado ou estabelecido?

– Dê o feedback imediatamente. Não demore. Não deixe para falar um mês depois, quando o fato já não tiver mais significado. O prazo do trabalho foi hoje? feedback hoje.

– Use frases na primeira pessoa. Em vez de dizer “Você me aborrece”, diga: “Eu fico aborrecido quando você não cumpre os prazos.”

– Substitua o “tentar” pelo “fazer”. Em vez de dizer “Por favor, tente ir à reunião amanhã”, diga: “Por favor, vá à reunião amanhã.”

– Substitua o “se” pelo “quando”. Em vez de dizer “Se você concluir a matéria…”, diga: “Quando você concluir a matéria…”

– Substitua o “espero” pelo “sei”. Em vez de dizer “Eu espero que você realize no prazo”, diga: “Eu sei que você vai realizar no prazo.”

– Evite o condicional. Substitua o “Eu gostaria que você compreendesse” por: “Peço que você compreenda.”

 

Acompanhe os processos. Dar feedback não é suficiente para mudar comportamento. Demonstre a importância que você dá para a mudança de conduta por meio do seu acompanhamento e reforços positivos.

Motive sua galera e seja feliz!

//SEJA VISIONÁRIO

Não há nada que me incomode mais do que um “projeto” ou um “plano de evangelização” que foi feito “do nada” para atingir “ninguém”. Ou ainda uma equipe que não sabe bem para onde está indo, “fiz porque me pediram”.

Como líder/ coordenador é seu o trabalho olhar além dos esforços atuais. Você e sua equipe deve começar e pensar: Porque estamos fazendo isso? Quais são as metas que queremos alcançar? Como é que vamos chegar a esses objetivos? Daqui há 5 anos o que queremos alcançar? A evangelização está sendo eficaz?

Sonhe, planeje e execute!

//RECONHEÇA SEU LUGAR

Não seja pedra de tropeço dentro da sua equipe, seja um transformador. Por exemplo, eu sei que não sou boa ilustradora, então eu não vou “fazer de qualquer jeito” um trabalho só porque me pediram. Sei o meu lugar.

E você sabe o seu lugar? Uma equipe eficiente é aquela que individualmente cada membro olha para si, reconhece o seu dom e se coloca a serviço no lugar certo. E se hoje você está no “lugar errado” em sua equipe, tenha a humildade de conversar com o coordenador e sugerir uma mudança. E se você coordenador vê que um membro está alocado em um serviço onde ele não “produz frutos”, tenha coragem de trilhar um caminho de descoberta com ele, desperte o “novo” de Deus na vida dele.

//PASSE O BALEIRO

Divirta-se! Em off: um dos momentos divertidos dentro da reunião de planejamento dos Jovens Conectados é quando chega o Baleiro e ele vai passando de mão em mão! É cada bala das antigas…que não só adoça a boca, mas a mente! Faça aquilo que a equipe irá desfrutar e se divertir fazendo juntos. Algo tão simples, como uma saída juntos, compartilhar sobre a vida, comprar chocolate para todos, etc.

Este é provavelmente o mais importante dos sete pontos: tenham momentos de oração em grupo, faz uma grande diferença. Intimidade pessoal gera resultados interpessoais. Invista nisso, você não irá se arrepender!

Por hoje fico por aqui, mas antes quero saber como é sua experiência? Eu adoraria ouvir sobre a sua situação e experiência nos comentários abaixo! Até a próxima!

 

Layla Kamila

Comunicadora arretada. Social Media Marketing Strategy, com experiência em estratégia, planejamento e monitoramento para Mídias Sociais e destaque em engajamento de marca de forma orgânica nas redes sociais. Coordena a equipe de mídias sociais dos Jovens Conectados desde 2014.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais