CNBB lança documento para animar e orientar a Pastoral Juvenil no Brasil

Publicado em 9 de fevereiro de 2013 Por 1 Comentário


Estamos celebrando um “Ano da Juventude no Brasil”! Ano da Campanha da Fraternidade dedicada a ela, da Jornada Mundial da Juventude, além de muitas iniciativas pelo país.

E nesse contexto, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou na sexta-feira (8) o documento de estudos “Pastoral Juvenil no Brasil – Identidade e Horizontes” destinado, principalmente, a todos aqueles que têm responsabilidade direta com a evangelização da juventude: assessores, coordenadores, párocos, bispos, consagrados/as, catequistas etc.

O subsídio tem o objetivo de ser um instrumento atualizado para motivar, esclarecer e orientar nosso serviço criativo e generoso à evangelização dos jovens. O material foi solicitado em 2011 pelos bispos Referenciais Regionais da Juventude e construído durante quase dois anos. O texto apresenta o trabalho da Igreja no Brasil em favor dos jovens, tendo como base a bagagem pedagógica da Igreja, o Documento 85 – Evangelização da Juventude –, as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (Doc CNBB 94) e o 21º Plano Pastoral do Secretariado Geral da CNBB (2012-2015).

Pastoral Juvenil
De acordo com o documento Civilização do Amor-Projeto e Missão, elaborado pela Conselho Episcopal Latinoamericano (Celam), a pastoral juvenil é a ação organizada da Igreja para acompanhar os jovens a descobrir, seguir e comprometer-se com Jesus Cristo para serem protagonistas da construção da Civilização do Amor. O trabalho da Pastoral Juvenil deve buscar ser boa-nova para a Igreja e proposta de transformação para as pessoas e para a sociedade.

Os capítulos visam destacar um pouco da história da evangelização no país, o contexto atual eclesial; as propostas pedagógicas e evangelizadoras das Pastorais da Juventude, Movimentos, Novas Comunidades e demais carismas atuantes no Brasil. Ele fala também sobre algumas organizações nacionais: Coordenação da Pastoral Juvenil, Equipe Jovem de Comunicação, Setor Diocesano da Juventude. No final, valoriza-se e orienta o papel daqueles que são os responsáveis diretos da evangelização da juventude nas várias instâncias eclesiais. A Conclusão chama a atenção para os novos horizontes e alguns desafios.

“É mais um presente da Igreja do Brasil para a evangelização da juventude”, afirmou D. Eduardo. Este documento estará disponível para venda nas principais livrarias católicas do Brasil e pode também ser adquirido pelos canais das Edições CNBB (Televendas 61-2193 3019 ou pelo site www.edicoescnbb.com.br).

Clique aqui e confira!

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais