Círio de Nazaré visita a Canção Nova

Publicado em 13 de Maio de 2011 Por Seja o primeiro a comentar!

cirionazare-010510

A Canção Nova realiza, entre os dias 13 e 15 de maio, em Cachoeira Paulista (SP), a terceira edição do Congresso Mariano, com o tema “Com Maria perseverantes na oração”. Um dos pontos altos do evento é a Oração do Terço transmitida diretamente da Catedral de Nossa Senhora da Piedade, em Lorena (SP), na sexta-feira, às 18h, com Sônia Venâncio e Pe. Paulinho, finalizando com a bênção e a carreata com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré pelas ruas de Cachoeira Paulista (SP) até a sede da Canção Nova. O bispo de Lorena, Dom Benedito Beni dos Santos, presidirá a missa de abertura do Congresso, às 20h.

O arcebispo de Belém (PA), Dom Alberto Taveira Corrêa, é presença confirmada no evento. Entre os palestrantes está o ex-pastor Sidineh Woster. Ele testemunhará sua experiência com a Virgem Maria. Participará ainda o sacerdote Alexandre Paccioli.

Noite Mariana

No sábado, os peregrinos participarão de uma Noite Mariana, com procissão das velas e apresentação musical de Salette Ferreira, Juliana de Paula e cantoras da Canção Nova. Missas, adoração ao Santíssimo no domingo, palestras, recitação do terço e do ofício da Imaculada Conceição são atividades do evento, que é gratuito e sem limites de idade para participar.

É a segunda vez que a Canção Nova recebe a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, que está em São Paulo participando de uma intensa programação religiosa de evangelização de católicos e de divulgação do Círio. As viagens da imagem fazem parte do projeto de evangelização da Arquidiocese de Belém (PA).

Nossa Senhora de Nazaré e a tradição do Círio

A devoção à Nossa Senhora de Nazaré teve início em Portugal. A imagem original da Virgem pertencia ao Mosteiro de Caulina, na Espanha, e teria saído da cidade de Nazaré, em Israel, no ano de 361, tendo sido esculpida por São José. Em decorrência de uma batalha, a imagem foi levada para Portugal, onde, por muito tempo, ficou escondida no Pico de São Bartolomeu. Somente em 1119 a imagem foi encontrada. A notícia se espalhou e muita gente começou a venerar a Santa de Nazaré.

No Brasil, foi o caboclo Plácido José de Souza quem encontrou, em 1700, às margens do igarapé Murutucu (onde hoje se encontra a Basílica Santuário), em Belém (PA), uma pequena imagem da Senhora de Nazaré. Após o achado, Plácido teria levado a imagem para a sua choupana e, no outro dia, ela não estaria mais lá. Correu ao local do encontro e lá estava a “Santinha”.

O fato teria se repetido várias vezes até a imagem ser enviada ao Palácio do Governo. No local do achado, Plácido construiu uma pequena capela. Em 1792, o Vaticano autorizou a realização de uma procissão em homenagem à Virgem de Nazaré, em Belém do Pará. Organizado pelo presidente da Província do Pará, capitão-mor Dom Francisco de Souza Coutinho, o primeiro Círio foi realizado no dia 8 de setembro de 1793. A partir de 1901, por determinação do bispo Dom Francisco do Rêgo Maia, a procissão passou a ser realizada sempre no segundo domingo de outubro, recebendo milhões de devotos do Brasil e do exterior, todos os anos.

Serviço:

Congresso Mariano na Canção Nova – Procissão com Nossa Senhora de Nazaré
Data: 13 a 15 de maio/11
Local: sede da comunidade Canção Nova
End.: Rua João Paulo II, s/nº  Cachoeira Paulista/SP
Entrada: gratuita
Show: Noite mariana com Salette e convidadas: Gil, Karina, Graça, Ana Lúcia e Juliana de Paula

De Canção Nova

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais