Cinco dicas de Santa Gianna para você escrever “aquela” carta ao amor da sua vida!

Publicado em 12 de junho de 2019 Por Seja o primeiro a comentar!

Escreva hoje, e sempre que puder, ao amor da sua vida! (Foto: John Jennings on Unsplash).

Mãe, Esposa e Santa, esta é Gianna Beretta Molla. Mulher apaixonada pela vida e sempre enamorada pelo “seu Pietro”! Gianna sempre se dispôs a escrever cartas cheias de ternura e encanto para o seu esposo, apontando nos pequenos detalhes do relacionamento, uma ponte que conduz ao amor de Deus, ao desejo do Céu.

Por isso hoje, queremos, junto com Gianna, propor a você algumas dicas de como escrever “aquela” carta apaixonada, para o amor da sua vida!

1. Comece com o melhor termo para se dirigir ao seu amor! Meu queridíssimo Pietro”, escrevia Gianna, para recordar o quanto era único e amado o seu esposo;

2. Recorde que a carta é uma forma de estar junto dele/dela, como Gianna expressava: “Vão dizer-me que sou muito egoísta e exagerada, mas quanto mais estiver com você, mais quero estar, quanto mais o conheço, mais o desejo”.

3. Expresse sua gratidão a Deus por ele/ela ser um socorro providencial em sua vida! “… queria um homem carinhoso, bom, e o Senhor o colocou ao meu lado”, dizia a santa.

4. Diga para ele/ela que o amor que vos une, é capaz de suportar uma ou outra dificuldade que por ventura venham a viver… Santa Gianna entendia bem disso:É certo que também passaremos por dificuldades, mas se nos amarmos sempre como nos amamos agora, com o auxílio de Deus, saberemos juntos suportá-los. Não é?”.

5. Despeça-se sempre na gratuidade do amor, sabendo que a maior resposta de seu escrito, você já tem diariamente!Até a próxima, queridíssimo Pietro. Não exijo resposta; escrevi-lhe a fim de passar a tarde com você e para dizer-lhe mais uma vez que o amo muito, muito! Beijos, sua Gianna”, concluía em uma de suas cartas, Santa Gianna.

Santa Ginna com o seu “queridíssimo” Pietro!

Sempre é dia para recordar quão bom é ser amado e de expressar a grandeza deste amor, cuja fonte é Deus. Por isso, caneta e papel na mão! Escreva hoje, e sempre que puder, ao amor da sua vida!

Por Maurício Lucena, do Jovens Conectados.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais