Aplicativo católico ensina sobre inclusão de pessoas com deficiência

Publicado em 6 de fevereiro de 2015 Por 2 Comentários

personagem Mateus - pequeninos do senhor

O exemplo de Mateus é uma “dádiva de Deus”, assim como o significado do seu nome. Ama tocar flauta na orquestra da escola, participa de jogos, adora viajar, gosta da natureza e frequenta a Igreja com a Família. Não perde sequer um encontro do Pequeninos do Senhor durante a missa, realizado por catequistas.

O personagem Mateus faz parte da Associação Católica Pequeninos do Senhor, que neste mês lança mais uma história no primeiro aplicativo da Igreja católica voltado para crianças, o Aplicativo Pequeninos. Com esta história, o projeto quer abordar a temática da inclusão social, e mostrar que todos são iguais e tem os mesmos direitos. “O Mateus é um cadeirante lindo e se sente muito bem dentro da comunidade a qual participa porque é muito amado por todos. Ele tem uma história que traz uma lição de vida para todos!”, destaca a idealizadora do projeto Pequeninos do Senhor, Rachel Abdalla.

Mateus é interpretado pelo menino Vitor Henrique Girio Paes, que na vida real participa aos domingos dos encontros com o Pequeninos do Senhor nas paróquias de Campinas SP. Por meio do Aplicativo, os idealizadores querem levar a mensagem de inclusão social para as crianças de forma moderna e criativa. Jogos, vídeos, orações e histórias gravadas em áudio tudo na palma da mão.

“O Mateus nos ensina que é possível ultrapassar as barreiras e as dificuldades com serenidade, quando se é amado e acolhido pelas pessoas. E que Deus dá força e alegria para olhar a vida sob o prisma do AMOR”, conta Rachel Abdalla, confiante de que o aplicativo e a história de um menino cadeirante podem incentivar e motivar muitas crianças.

A realidade digital com que as crianças estão envolvidas diariamente, por meio de desenhos, filmes e músicas em computadores, tablets e celulares dos pais – ou os próprios aparelhos -, necessita de conteúdo lúdico seguro e educativo. É preciso “se comunicar” com estas crianças que parecem nascer entendendo de tecnologia.

Por isso, o projeto acompanha também o ensinamento do Papa Francisco, que afirma: “Muito têm para nos ensinar, a propósito de limitações e comunicação, as famílias com filhos marcados por uma ou mais deficiências. A deficiência motora, sensorial ou intelectual sempre constitui uma tentação a fechar-se; mas pode tornar-se, graças ao amor dos pais, dos irmãos e doutras pessoas amigas, um estímulo para se abrir, compartilhar, comunicar de modo inclusivo; e pode ajudar a escola, a paróquia, as associações a tornarem-se mais acolhedoras para com todos, a não excluírem ninguém” (mensagem para o 49º Dia Mundial das Comunicações Sociais).

Essa é uma das metas do projeto e do Aplicativo Pequeninos: incentivar a comunicação e o diálogo entre os pais e filhos, igreja e sociedade. Mostrar que as diferenças são positivas e que todos são irmãos diante de Deus e cidadãos que buscam o melhor para as pessoas e comunidades onde vivem.

Além das histórias em áudio e vídeos, é possível interagir com o aplicativo e refletir a questão da inclusão social com os jogos de memória, quebra-cabeça e ainda se aventurar para estacionar um carro.

Nos próximos meses serão lançadas mais novidades no Aplicativo Pequeninos do Senhor, com novos jogos e histórias narradas pelos personagens Lia e Lucas, além de orações gravadas por crianças. O aplicativo está disponível para tablets e smartphones na App Store e no Google Play.

O Aplicativo tem seis personagens com diferentes histórias, além de jogos e orações. Clique aqui para conhecer.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais