Alpha: novo método de evangelização é acolhido entre jovens católicos

Publicado em 19 de maio de 2015 Por Seja o primeiro a comentar!
Momento de aplicação do Alpha com os jovens.

Momento de aplicação do Alpha com os jovens.

Com o objetivo de dar a oportunidade a cada pessoa para ter um encontro pessoal com Jesus, jovens de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Joinville e Recife já completaram suas formações ou estão em andamento com o Alpha: um método de evangelização que teve origem na Igreja Anglicana e vem sendo acolhido pela Igreja Católica em diversas paróquias, com a proposta de reavivar a fé dos que se afastaram da Igreja.

alpha_maio_2015A dinâmica do Alpha consiste em doze encontros dos jovens para momentos de confraternização com uma refeição (almoço, jantar ou lanche), uma palestra sobre a fé cristã e uma discussão em grupos pequenos nos quais os participantes ficam a vontade para expressarem suas opiniões e ideias. Esta é uma oportunidade para integrar jovens católicos para que se beneficiem de uma fé renovada e mais dedicada.

Segundo o treinador da equipe Alpha Brasil, Cristian Daniel Suárez Posada, somam mais de 24 milhões de pessoas no mundo inteiro que já completaram suas as formações. “O Alpha faz discípulos e as pessoas se tornam discípulos quando têm um encontro com Jesus e experimentam o Espírito Santo. Como dizia São João Paulo II: ‘Os melhores evangelizadores para os jovens são os próprios jovens’ e por isso o conteúdo das formações se dirige principalmente a pessoas que estão longe da Igreja ou que são novas na fé”, explica.

Inspirado na primeira palavra do alfabeto grego, “Alpha” é o primeiro anúncio à fé cristã, sendo eficaz como parte de um programa integral de evangelização e catequese da paróquia, realizado uma ou duas vezes por ano, seguido por um curso ou programa de acompanhamento.

O jovem colombiano de 26 anos, que é também estudante de teologia e está no Brasil como voluntário, explica que o conteúdo das mensagens é autêntico e as formações buscam construir laços de amizade e comunidade significativos. “Instigar um bom debate sobre as questões mais importantes da vida nos diverte muito. Para mim, Alpha é uma metologia que serve e permite atingir jovens que procuram por Deus de seu jeito até levá-los a se apaixonar por Deus e a Igreja”.

Nicky Gumbel com o Papa Francisco, no Vaticano. Foto: Grupo Alpha.

Nicky Gumbel com o Papa Francisco, no Vaticano. Foto: Grupo Alpha.

Encontro com Papa Francisco

Em 2014, o reverendo Nick Gumbel, atual líder do método juntamente de sua esposa e o Arcebispo de Cantuária (Inglaterra), Justin Welby, tiveram a oportunidade de visitar Roma e então cumprimentar o Papa Francisco. O então líder espiritual da Igreja Anglicana discursou ao Papa Francisco, elogiando a contribuição do Alpha à Igreja Católica: “A sua exortação apostólica Evangelii Gaudium* foi uma inspiração para todos os cristãos. A tarefa de fazer discípulos é de suprema urgência, a fim de que a luz de Cristo possa brilhar em todo canto do mundo. Pessoalmente agradeço muito o trabalho do Alpha na evangelização, por tanto é de grande significado para mim que tenha encontrado um lugar na Igreja Católica, especialmente na América Latina”.

Exclusividade para os jovens brasileiros

Além dos materiais tradicionais, o método no Brasil dispõe de uma série de vídeos relevantes, divertidos e com conteúdo jovem, criado e produzido especialmente para atingir também público de todas as idades. “Cada um dos doze episódios contém histórias, ilustrações e temas interessantes para debate, que ajudam os jovens a pensarem através de quaisquer questões relacionadas às suas vidas”, explica Cristian.

Para aqueles que desejam participar ou até mesmo realizar o Alpha em sua paróquia, deve entrar em contato pelo e-mail: brasil@alpha.org. O site www.brasil.alpha.org contém materiais de formação cristã para download, filmes e outras notícias.

Por Aline Vonsovicz

Assista

[youtube_sc url=”“]

(*) Evangelii Gaudium (A alegria do evangelho) é a primeira exortação apostólica escrita pelo Papa Francisco, publicado no 26 de novembro do 2013.

/tags

/leia mais

/deixe seu comentário

/redes-sociais

/siga nossas redes sociais